ANTONIO COVARSÍ

NARRACIONES DE UN MONTERO

Y PRÁCTICA DE CAZA MAYOR

 
 

Se procura neste livro galas de bonita literatura, frases elegantes e poéticas, não se incomode a lê-lo. Nele não sussurra o regato, nem os pássaros cantam, nem sequer se mexem as folhas das árvores a pesar dos muitos furacões que se descrevem; verdadeiramente, só cheira tudo a sangue e a pólvora…

Se lhe agrada a rudeza do homem de campo, do caçador de puro sangue, daquele que tudo abandona pela liberdade, pela independência e o gozo que lhe produz a montanha, do qual toda a sua vida, enquanto pode, a consagrou à caça, então leia.

Que dizer da obra de António Covarsí. Se fizesse falta algum tipo de apresentação, com o que se disse antes, está tudo dito. Nestes termos dirigi-se Covarsí Ao Leitor, no início do seu primeiro livro, Narraciones de un montero, que agora tem nas suas mãos. Com ele inicia-se uma nova edição da sua obra, que abrange cinco títulos diferentes, na qual se inclui novo material – documental e fotográfico- cedido pelos herdeiros, assim como por vários particulares.

 

Língua:

ESPANHOL

Encadernação:

Rústica

Laminado brilho

Páginas:

320

Impressão:

Color y B/N

Conteúdo:

Textos, fotografías

e ilustraciones

Medidas:

170x240 mm.