FRANCISCO FERNÁNDEZ REDONDO

EN LA SOLEDAD DEL MONTE

 
 

…Toda essa sabedoria do campo vai-se adquirindo a pouco e pouco desde criança, sem esforço, como se se tratasse de uma brincadeira, e para tal a figura dos mestres é primordial. E estes é na família que se encontram. Em primeiro lugar, o avô materno e o pai, que o guiaram nos primeiros passos na Serra desde muito pequeno. Também, o grupo habitual dos dias de caça, exerceu o seu papel didáctico transmitindo a “sabedoria” ao aprendiz de caçador. Desta maneira o gosto inato com que se nasce vai-se modelando e desenvolvendo num ambiente em entraves nem limites, antes pelo contrário, já que a caça é considerada um facto natural. E se a esta pré-disposição se juntar o local de nascimento propício, temos todos os ingredientes para a evolução do futuro caçador, pois é evidente que não é a mesma coisa habitar na Serra Morena do que numa grande cidade.


Francisco Fernández Redondo publicou em 2015 o seu primeiro livro El olor de Sierra Morena, com esta editora. Agora regressa com um novo título: En la soledad del monte, no qual de novo deixa constância das suas dotes, com a arma e com a pena, e da sua paixão pelos javalis.


 

Língua:

ESPANHOL Encadernação:

Rústica

Laminado mate

Páginas:

326

Impressão:

B/N Y COLOR

Conteúdo:

Textos e ilustraciones

Medidas:

170x240 mm.